MENU

James Corner Field Operations NY – Projeto Alagoas

Projeto de paisagismo em parceria ao escritório James Corner Field Operations, de Nova York, para empreendimento hoteleiro internacional em Alagoas. Prospecção de plantas ornamentais e de interesse em diferentes fitofisionomias de Mata Atlântica da região para desenvolvimento de matrizes e reprodução em viveiros, assim como elaboração de projeto.    
Leia Mais ›

Telefonica VIVO canteiros centrais Marginal Pinheiros

Projeto que abrange 7,5 km de paisagismo nos canteiros centrais da Marginal Pinheiros, entre a Ponte Estaiada até a Jaguaré, na margem Centro. Envolveu a restauração de um trecho de grande visibilidade em frente a Avenida Juscelino Kubitschek, que devido a maciça presença de entulhos e falta de solo, não desenvolvia vegetação. Com máquina apropriada, em local onde circulam mais de 3 milhões de carros diariamente, foram removidos 1,8 metros de espessura de entulhos do solo e substituídos por terra vegetal enriquecida com lodo de esgoto de alta fertilidade. Posteriormente foi plantado flores, arbustos e árvores da Mata Atlântica e Cerrado. Destaque são um grupo de 20 copaíbas com 3 metros de altura, árvore original da região que vive dois séculos, e 70 exemplares de chamaecrista, uma planta rara dos antigos Cerrados da cidade de São Paulo. Também foram plantadas 1500 árvores e palmeiras nativas regionais em todo o trecho de 7,5 km, incluindo algumas Florestas de Bolso de Mata Atlântica. Entre as espécies temos raridades na biodiversidade da metrópole e de grande valor ambiental e para a saúde pública, como jatobás, açoita-cavalo, araucárias, palmitos jussara, cambucis, guarantãs, ingás e muitas outras. O plantio foi feito com  técnica adequada e […]
Leia Mais ›

Prizma Paraíso – Designed by Lucio

Edifício residencial de alto padrão em São Paulo, o paisagismo do Prizma apresenta espécies  inéditas da Mata Atlântica e estratégias como o aproveitamento de área permeável obrigatória e de compensação ambiental para uma Floresta de Bolso com redário e espaço de meditação.
Leia Mais ›

Largo das Araucárias

Um terreno no coração do bairro de Pinheiros com 600 m² cercado pela Rua Butantã, Pais Leme e Padre Carvalho, atrás da igreja. Coberto por tapumes, pichações, muito lixo dentro e fora, e ocupado por um pequeno grupo que trocou o cadeado do portão. A comunidade do entorno tinha certeza que o terreno era privado. Assim era o espaço do futuro Largo das Araucárias. Após terminar o plantio da floresta de bolso “Bosque da Batata” logo ao lado, ficamos intrigado com o terreno abandonado e descobrimos na Subprefeitura que se tratava de área pública. Com o apoio deles foi dada autorização, os ocupantes transferidos e o lixo removido. Conseguimos recursos privados e começou o restauro do local para uma nova praça naquele local inóspito. Antes de se transformar em depósito de lixo, o local era as ruínas de um posto de gasolina, e estava descontaminado segundo consulta aos orgãos competentes. Com uma empresa especializada, foi quebrado toda a laje do posto e removidos os tanques de combustível. Em seguida, retirou-se 20 caminhões de solo entulhado, até descobrir a terra preta e fértil das antigas margens do Rio Pinheiros. Os antigos pilares de sustentação do posto foram deixados como testemunho da […]
Leia Mais ›

Fru.to Alex Atala

Projeto de Paisagismo e palestra para o evento Fru.to de Alex Atala. Montagem de cenário com a biodiversidade da Mata Atlântica, incluindo o palco principal, 4 florestas de bolso e montagem no teto com folhas gigantes de embaúba prateada. O Fru.to ocorreu em janeiro de 2018 e convidou 30 pessoas ligadas à gastronomia, gestão pública, sustentabilidade, ação social, ciência e indústria para discutir estratégias, alternativas e caminhos possíveis dentro da alimentação. Ricardo Cardim participou como palestrante sobre a experiência de resgatar a Mata Atlântica nas cidades. Segundo os organizadores, o intuito é “consolidar o Brasil como principal celeiro desse debate, envolvendo pequenos produtores, a indústria de alimentos, criadores de hortas urbanas, comunidades indígenas, antropólogos, agrônomos e engenheiros genéticos”.
Leia Mais ›

Escola Castanheiras Alphaville

A nossa 1. Floresta de Bolso - Laboratório de Mata Atlântica implantada em uma escola. Um projeto que acredito fundamental para formar brasileiros com uma nova concepção sobre a maior biodiversidade do mundo. Hoje apresentação aos professores da Escola Castanheiras, em Alphaville
Leia Mais ›

Rio Pinheiros -13,5 Km de paisagismo e matas ciliares – Pomar & Marginal Verde

Projeto de paisagismo com a restauração da vegetação nativa original das margens do Rio Pinheiros, o Pomar & Marginal Verde, tem como objetivo reflorestar 13,5 km da Marginal Pinheiros e a mata ciliar nativa. Serão utilizadas apenas mudas nativas da Mata Atlântica da cidade. Com isso  a identidade do Rio será recuperada com linguagem paisagística, totalizando 18 mil árvores, de 120 espécies nativas regionais diferentes, 2 mil arbustos ornamentais e flores nativas de forração.A vegetação escolhida terá uma forte conexão com a história e cultura da cidade de São Paulo. O antigo nome do Rio Pinheiros é Rio Jurubatuba ou “Rio das Palmeira Jerivás” na língua indígena, por causa da antiga abundância de palmeiras em suas margens, que alimentava pássaros como esquilos, tucanos de bico verde e papagaios A proposta deixará um legado de séculos para a cidade de São Paulo, pois devolverá a margem nativa do Rio Pinheiros. É o começo de sua restauração e resgate para os paulistanos. Muitas das espécies que serão plantadas vivem mais de 200 anos e poderão ser apreciadas pelas futuras gerações. A vegetação também contribuirá para o equilíbrio do Rio Pinheiros quando ele for limpo, pois será responsável pela diminuição da temperatura da água, filtragem […]
Leia Mais ›

Royal Park Alphaville

Projeto de plantio de paisagismo funcional em substituição a projeto convencional em condomínio residencial com 3 torres em Alphaville, São Paulo. Readequação de maciços vegetados para ganhos estéticos, de biomassa e serviços ambientais. Escolha de espécies nativas regionais de baixa manutenção, baixo consumo de água, rápido crescimento e bom custo-benefício. O projeto tem como  grandes diferenciais o pomar de jabuticabeiras adultas, “muro florestal” na fachada e Floresta de Bolso, e placas de educação ambiental e na vegetação para os usuários.  
Leia Mais ›

Estande Piscine Station – Prêmio Master Imobiliário 2017

Empreendimento único dentro do setor, o estande do empreendimento residencial Piscine Station da Gamaro possibilitou um projeto de paisagismo inovador. Em meio a um bairro tradicionalmente árido paulistano, foi criada uma complexa floresta de Mata Atlântica com árvores adultas, arbustos e palmeiras de diferentes portes e espécies cercadas por paisagismo com lagos naturais e piscinas, possibilitando uma experiência não somente estética ao cliente, mas sensitiva em meio a natureza original. Local: São Paulo, SP Arquitetura do empreendimento: Jonas Birger Arquitetura do estande: Carlos Rossi Implantação: Cardim Arquitetura Paisagística veja mais:
Leia Mais ›

Parque Gabriel Chucre – Paisagismo e Floresta de Bolso

Parque na Grande São Paulo com 135.000 m² em um local de antigo aterro, com muito gramado, raras árvores e quase sem sombra, o Gabriel Chucre apresenta um grande desafio para se tornar eficiente em serviços ambientais e conforto térmico aos usuários. O projeto de paisagismo foi criado para reformular inteiramente as áreas verdes, unindo nossa experiência em Floresta de Bolso de locais semelhantes como o Parque Cândido Portinari e arborização urbana, prevendo diferentes estratégias para a rápida formação de microclima. Todas as mudas a serem implantadas são nativas e virão do viveiro do Legado das Águas, a maior reserva privada de Mata Atlântica do Brasil, que fica 90 km distante. Local: Carapicuíba, SP Cliente: Votorantim Cimentos Parceiros: Legado das Águas Reserva Votorantim e Governo do Estado de São Paulo
Leia Mais ›